quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Boas novas!

Bom meninas,

Graças a Deus as notícias que tenho são boas. Fui ao dermato hoje e ele disse que eu tive uma irritação geral no couro cabeludo devido ao uso dos produtos, com algumas áreas com queimaduras leves, que ocasionaram escamação da pele.
Ele me acalmou e disse que não é nada muito grave, me deu uma loção para usar por uns 10 dias, mas alertou que às vezes quando a nossa pele reage a um produto químico com irritação, em uma segunda vez o dano pode ser um pouco maior. Ele inclusive me disse que se eu quisesse, poderia repetir o tratamento com essa "selagem" só para ver o que acontece, e caso se repetissem as reações indesejadas - ou eu tivesse uma reação pior - não fizesse mais essa química específica.
Mas eu fico me perguntando: será que vale a pena nos agredirmos desse modo para termos o cabelo mais domado ou até mesmo mais bonito? Eu particularmente não tenho nada contra os cachos, até gosto dos meus. O que eu não gosto é do frizz, cabelos opacos e ressecados e volume em excesso. E esse tipo de tratamento ajuda um monte com todos esses "probleminhas"!
Enfim, acho que a questão acima é crucial para que cada uma de nós avalie até que ponto vale o sofrimento para obtermos um resultado estético ideal. Por enquanto, a minha escolha está pendendo para o lado da saúde - e você, o que acha?

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Cuidado com escovas progressivas, selagem e similares!!!

Meninas,

Escrevo este post para alertá-las sobre o perigo das Escovas Progressivas. Há aproximadamente uns 5 anos, quando surgiu a febre das Escovas Progressivas, eu era adepta fervorosa, pricipalmente pelo brilho e hidratação que ela dá aos cabelos crespos, pois eu acho bonitos os cachinhos naturais, mas vivo em guerra com o frizz e o ressecamento.
Então em 2008 eu engravidei, parei com os processos químicos, e até o mês passado adotei os meus cachinhos naturais, e inclusive tinha achado ótimos produtos, que deixavam eles bem hidratos e bonitos.
O problema começou quando eu fui a uma cabeleireira e ela cortou o meu cabelo mais do que havíamos combinado, e - quem tem cabelos crespos sabe - cabelo crespo curto demais e todo desbastado como ela fez, fica com um volume descomunal, e não tinha jeito de eu me gostar. Então, depois de pensar em várias soluções, como mega hair e até peruca (!), eu resolvi fazer uma progressiva. E como eu tenho muito medo de entregar os meus cabelos para qualquer um - até porque muita coisa errada já aconteceu comigo em salões - eu marquei uma hora em um dos mais conceituados salões de Porto Alegre.
Chegando lá, o profissional que me atendeu me disse que ele faria uma "selagem" nos meus fios, porque as escovas progressivas que contém formol estão proibidas pela ANVISA. Mas que, ao invés de formol, esse tratamento utilizava alguns ácidos (aginina e ácido acético, segundo ele). Bom, eu resolvi confiar e fiz o tratamento.
Resultado: os meus cabelos realmente ficaram lindos, com brilho incrível, volume domado, super hidratados, mas... O meu couro cabelo teve irritação generalizada, com trechos de queimadura (segundo o meu dermato, mais detalhes neste post aqui), e duas semanas após a aplicação do tratamento, além de eu estar sentindo coceira e ardência sem parar, a pele está  caindo, descamando! E agora eu vou marcar urgente uma consulta na dermato para tratar o couro cabeludo.
Enfim: escrevi tudo isso para que outras pessoas não passem o que eu passei, pois agora coma proibição da ANVISA do uso do formol, eles oferecem outros produtos que contém ácidos, e que podem ser até mais agressivos ao organismo do que o próprio formol (se vocês fizerem uma pesquisa básica no google sobre o tema, acharão já mais de uma reportagem alertando para esse problema, como esta aqui).
Enfim, fica o alerta!